FAN1

1929-2021

Partiu o “fan” número um deste gabinete, aquele que se orgulhava com o que fazíamos, que se preocupava quando nos preocupávamos, aquele que se alegrava quando nos alegrávamos, aquele que dia e noite estava connosco, Deus chamou-o… Agora vejo-o na brisa que corre, nas árvores que deambulam ao sabor do vento, nos nossos eternos passeios na nossa montanha tão querida, nas estrelas que cintilam… e eu não perdi um pai… Ganhei um anjo da guarda… foi tão bom ter vivido contigo pai… Obrigado, voltaremos a estar juntos…